29.3.08

Jornada de Lutas: saiba como foram as manifestações no ES, PB e GO


27 de março de 2008Jornada de Lutas: saiba como foram as manifestações no ES, PB e GO


Jornada de Lutas: saiba como foram as manifestações no ES, PB e GO


Estudantes dão lição de democracia em atos por melhorias na educação


A Jornada de Lutas pela educação, promovida pela UNE e pela UBES, entre os dias 24 e 28 de março, em todos os estados do País, tem levado milhares de estudantes às ruas para reivindicar seus direitos e pedir por mais democracia e educação. Estados como Espírito Santo, Paraíba e Goiás realizaram atos esta quinta-feira (27) e mostraram a força do movimento estudantil brasileiro.


No Espírito Santo, 800 estudantes se concentraram às 8h, em frente à Assembléia Legislativa, em ato pelo direito ao passe livre e em defesa da implantação de cotas nas universidades do Estado. De lá seguiram até o Palácio do Governo, onde foram recebidos por um representante do Governo do Estado e para quem entregaram documentos em defesa da educação.


Para a coordenadora do ato no Estado e presidente do Diretório Central Estudantil da UVV, Patrícia Nunes, "o ato demarca uma nova fase para as entidades estudantis do Estado, pois elas estão se organizando para pautar questões relevantes para os estudantes e lutar pelo direito à educação de qualidade".


Em Campina Grande, na Paraíba, cerca de 500 estudantes se reuniram em frente à Câmara dos Vereadores também pelo direito ao passe livre. Eles agendaram uma reunião na Câmara dos Vereadores para a entrega de um Projeto de Lei que garantirá a reivindicação feita pelos estudantes do Estado. A capital, João Pessoa, também teve participação nesta Jornada. Aproximadamente 300 estudantes se concentraram em frente à Câmara de Vereadores da cidade para pedir melhorias na educação e também reivindicar o passe livre. As manifestações tiveram a participação de diversas instituições de ensino, de vereadores e do CUCA, que fez uma batucada de maracatu para chamar a atenção da população e das autoridades.


Segundo um dos coordenadores do ato na Paraíba Flávio Ferreira, "a importância do ato foi a interação das entidades estudantis de duas cidades, numa mobilização por melhorias na qualidade de ensino, pelo direito ao passe-livre e pela valorização dos profissionais da educação".


Em Goiás, os estudantes também foram às ruas reivindicar o passe livre no transporte público, além do aumento no número de bolsas universitárias, da reconstrução da sede da União Municipal dos Estudantes Secundaristas de Goiânia (UMES) e por mais políticas de assistência estudantil.


A manifestação contou com cerca de 700 estudantes, que se reuniram em frente à sede da UEE – GO e seguiram até a Praça Cívica, em frente ao Palácio do Governo. Os estudantes se encontraram com o assessor do governador Alcides Rodrigues e entregaram-lhe as propostas das entidades estudantis para a melhoria da educação. Da Redação

Um comentário:

Akinogal disse...

See please here