19.11.09

UJS Contra a Municipalização = privatização da Água em Chapecó



A União da Juventude Socialista junto com os demais movimentos sociais organizados de Chapecó está na luta contra a privatização da água no município.

O Lógica de um prefeito de direita é privatizar todos os serviços públicos a exemplo disso foi o FHC em seus 8 anos de governo privatizando a vale do rio doce, parte da Petrobras e mais 110 empresas. O prefeito de Chapecó João Rodrigues quer privatizar a água.

UJS Convoca todos os militantes e simpatizantes a participar das mobilizações contra a privatização da água no município de Chapecó . A desculpa do prefeito é dizer que vai municipalizar a água mas o caminho é privatizar assim como já aconteceu em outros municípios do estado posterior ao processo de municipalização, possa haver a privatização do serviço, como coincidentemente aconteceu em Lages e em Blumenau que municipalizaram e privatizaram o abastecimento. Com a privatização, conseqüentemente o consumidor pagará muito mais caro e não terá os serviços de água e esgoto, principalmente os moradores mais distantes do centro.

Municipalizando = Privatizando o valor da água será mais caro a exemplo disso já aconteceu com a energia elétrica e o telefone que era publico e agora é privado e com altos valores cobrados. Essa é a lógica do Neoliberalismo que continua atuando em políticas de prefeitos de direita que buscam continuar o projeto neoliberal da era FHC.

União da Juventude Socialista -UJS

3 comentários:

Dérique disse...

Importante a participação da sociedade nas mobilizações contra a privatização da CASAN .........

Sandy disse...

A agua deve continuar publica, privatizar é um crime contra o povo

Anônimo disse...

Caros amigos de Chapecó...
De uma eleição que teve o apoio das grandes empresas de chapecó e da região de florianópolis, que é evidente para uma projeção eleitoral estadual, não se pode esperar mais nada. Não se visa a Democratização das riquezas produzidas, mas a manipulação dela por uma pequena aristocracia. Nossa atitudade, desta forma, tem que ser de luta por todos nós, uma vez que, a fantasia e a pirotecnia cerceiam a visão do povo, que ainda esta ligado aos shows e gastos desprovidos de senso efetuados pelo atual prefeito. Vivamos comos almas poéticas, mas antes de tudo realistas, todavia que da poesia tiramos o prazer projetivo e da realidade a ação efetiva, base da vida reflexiva, que é apoiada em principios de evolução, antes de tudo, humanos. Assim, vejamos nossa realidade chapecoense para que a nossa poesia seja a com principios reais e não a vomitada por ideologias de direita. Atualmente moro em POA, mas toda a minha família e a maioria de meus amigos residem ai, além de que será minha morada posterior. Desta forma tenho medo do que esses mais de 3 anos possam intereferir no bem publico municipal.Isso, privatização da Casan, é nada mais do que uma demonstração de que o que se quer não é o bem comum, mas o bem particular e de alguns aristocratas chapecoenses. Lutemos por água de qualidade a todos, isto é, pela diginidade do povo chapecoense, e mais do que isso resistamos (como os vietnamitas aos EUA: o improvavel acontece!) contra essa que mais parece uma demonstração clara de afronta a inteligência do Povo. Sejamos firmes na nossa decisão de repudio a está atitude do governo municipal, que tem a grande maioria na camera, para que não acordemos desse sonho demagogico completamente nus e desprovidos de chances para um recomeço. uma vez que, sair totamente inteiro da ação desse governo é, antes de improvavel, utópico. Ai derique... Ai vai minhas palavras, hoje tirei um tempo para contribuir com o nosso site, agora não mais leitor apenas, sendo um construtor, acredito, com o meu depoimento... valeu e abraço a todos... Aqui é o Jorge L. camarada da UJS...
Porto Alegre, 30 de Novembro de 2009.
Fuiiii...